Arquivo do mês: julho 2009

Michael Jackson foi encontrado morto por paramédicos, diz site

Fontes disseram ao ‘TMZ’ que o cantor não apresentava sinais vitais.
O médico particular teria insistido para que o levassem ao hospital.

Foto: Reuters

Reuters
Michael Jackson no show ’30th Anniversary Celebration, The Solo Years’ no dia 7 de setembro de 2001 em Nova York. (Foto: Reuters)

Os paramédicos já encontraram o cantor Michael Jackson morto quando chegaram à casa dele, em Los Angeles, em 25 de junho passado, conforme informações divulgadas pelo site “TMZ.com”, neste domingo (26). O site afirma ainda que eles demoraram cerca de 10 minutos para perceber que se tratava do rei do pop.

Cobertura completa: Jackson morre

De acordo com o “TMZ”, fontes diversas teriam confirmado que o astro não tinha atividade cardíaca nem sinais vitais.

Os paramédicos quiseram pronunciar a morte de Jackson ainda dentro da casa, porém acabaram obedecendo ao médico pessoal do cantor, Conrad Murray, uma autoridade médica superior, e levaram o rei do pop para o hospital.

Murray começou a ser investigado na última quinta-feira (23) como suspeito pela morte do astro, segundo o jornal “Los Angeles Times”.

A polícia investiga a hipótese de que Murray tenha cometido o crime involuntariamente ao prescrever medicamentos de venda controlada ao cantor.

Siga pelo Twitter



Fonte: G1

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Entretenimento, Música, Notícias

Michael Jackson teria planos para ir à Lua

Parapsicólogo Uri Geller contará história em documentário sobre ídolo pop

Reprodução /Reprodução

MIchael Jackson tinha vontade de fazer seu “moonwalk” na Lua

O astro Michael Jackson tinha planos de fazer seu famoso passo “moon walk” (passos na lua) na Lua. O site do tabloide inglês “News of nthe World” revelou a informação que será uma das principais novidades contadas pelo parapsicólogo Uri Geller, amigo de Jackson, no documentário sobre a vida do ua famosa astro que vai ao ar neste domingo, 26, na TV inglesa.

Segundo a reportagem, Michael negociou com um cientista espacial e chegou a um projeto de 1,2 milhão de libras (quase R$ 4 bilhões), abortado quando Jackson foi preso sob a acusação de abuso de crianças e caiu em depressão e abuso de drogas,  o que determinou uma incapacidade para possíveis viagens espaciais.

Siga pelo Twitter



Fonte: EGO

Deixe um comentário

Arquivado em Entretenimento, Música, Notícias

Empresa americana diz ter transformado cabelo de Michael Jackson em diamante

Companhia afirma ter cabelos que cantor queimou acidentalmente em 1984.

Foto: AFP

AFP
Michael Jackson em show na Califórnia, em 2002. (Foto: AFP)

Desde a repentina morte de Michael Jackson, em 25 de junho, não param de surgir boatos sobre sua bizarra vida pessoal, e na sexta-feira (24) uma empresa disse que está transformando os cabelos dele em diamantes. E isso é verdade.

Entre os rumores que circularam nesta semana estão uma reportagem da “Rolling Stone” segundo a qual uma prótese nasal que Jackson usava sumiu no necrotério, e a manchete de um tabloide britânico dando conta de um filho bastardo secreto do ídolo.

Então na sexta uma empresa de Chicago disse ter obtido parte dos cabelos que Jackson queimou acidentalmente quando gravava um comercial para a Pepsi, em 1984, e que pretende criar uma edição limitada de diamantes a partir desse material.

“Absolutamente, isso é verdade”, disse Dean VandenBiesen, fundador da LifeGem, detentora da patente do processo que extrai carbono do cabelo e o transforma em cristais, dos quais são feitos diamantes sintéticos de alta qualidade.

VandenBiesen disse à Reuters que talvez consiga produzir cerca de dez diamantes, a um preço que ainda não foi definido. Em 2007, a LifeGem fabricou três diamantes feitos do cabelo de Beethoven, e vendeu um deles por cerca de US$ 200 mil.

Filho bastardo

E, embora a custódia sobre os três filhos de Jackson só vá ser decidida pela Justiça em 3 de agosto, o jornal britânico “The Sun” especulou que o cantor teria um filho bastardo criado na Noruega.

Omer Bhatti, 25 anos, gerou interesse por ser visto sentado junto aos parentes mais próximos de Michael durante o velório. Bhatti supostamente passava longos períodos com Jackson na fazenda Neverland na década de 1990, e era conhecido como “Michaelzinho”.

Mas outro ex-protegido de Jackson, o cantor Ricky Harlow, disse ao site “People.com” na sexta-feira que, apesar da proximidade, duvidava que houvesse uma relação de parentesco.

“Eles tinham uma conexão tipo de pai e filho”, disse Harlow, 26 anos. “Mas nunca pensei que ele fosse o pai biológico.”

Num testamento de 2002, Jackson listava três filhos hoje vivos: Prince Michael Jackson Jr., Paris Michael Kathering Jackson e Prince Michael Joseph Jackson 2º.

Siga pelo Twitter



Fonte: G1

1 comentário

Arquivado em Entretenimento, Música, Notícias

Médico de Michael Jackson é alvo de investigação de homicídio, diz jornal

‘LA Times’ afirma que mandado de busca aprovado no Texas comprovaria teor da investigação.

O médico particular de Michael Jackson, Conrad Murray, foi identificado como alvo de uma investigação de um possível homicídio involuntário sobre a morte do cantor, de acordo com documentos judiciais registrados nesta quinta-feira e citados pelo jornal americano Los Angeles Times.

Na quarta-feira, agentes da DEA (a agência antidrogas americana) realizaram uma operação de buscas na clínica de Murray, em Houston, no Texas.

Murray estava na casa do cantor e tentou ressuscitá-lo antes da morte de Jackson, no dia 25 de junho.

Segundo o LA Times, entre os objetos recolhidos pelos agentes clínica de Murray e em um depósito alugado pelo médico estariam dois discos rígidos, computadores, cartas e e-mails de ex-empregados e documentos relacionados com a prática da medicina.

Os agentes teriam recolhido ainda 27 comprimidos de um medicamento para emagrecimento e um tablete de relaxante muscular.

O jornal cita o mandado de busca e apreensão, aprovado por um juiz no Texas, segundo o qual as autoridades estariam procurando “objetos que constituam prova de ofensa de homicídio que possam a mostrar que o Dr. Conrad Murray cometeu uma ofensa criminal”.

Investigação

O advogado de Murray, Edward Chernoff, já havia afirmado que seu cliente estava ajudando na investigação da polícia.

Chernoff disse que os investigadores pediram mais registros médicos além dos que já tinham sido fornecidos por Murray.

“O legista quer esclarecer a causa da morte; nós também temos este objetivo”, afirmou Chernoff em uma declaração divulgada na página de seu escritório de advocacia na internet na terça-feira.

Poucos dias depois da morte de Michael Jackson, Chernoff negou que Murray tivesse dado analgésicos que poderiam ter contribuído para a morte do cantor.

O advogado acrescentou que qualquer medicamento que possa ter sido dado a Jackson foi apenas para tratar um problema de saúde específico.

Ele afirmou que o cantor ainda tinha pulso, fraco, e estava quente quando Murray o encontrou na cama.

“Ele tinha acabado de encontrá-lo na cama e ele não estava respirando”, disse Chernoff a respeito de seu cliente.

Os paramédicos foram chamados até a mansão de Michael Jackson em Los Angeles enquanto Murray fazia massagem cardíaca, de acordo com uma gravação de uma ligação telefônica para o serviço de emergência.

Siga pelo Twitter



Fonte: G1

Deixe um comentário

Arquivado em Entretenimento, Música, Notícias

Filme de ensaios de Michael Jackson deve estrear em outubro

LOS ANGELES – O filme dos últimos ensaios do cantor americano Michael Jackson poderiam estrear nos EUA no final de semana do Halloween, o Dia das Bruxas (30 de outubro), informaram nesta quarta-feira, 22, as agências internacionais.

mj-this is it2

O estúdio Sony Pictures pagou US$ 60 milhões pelos direitos das gravações do Rei do Pop, que se preparava para voltar aos palcos em julho em uma série de 50 shows em Londres intitulados “This Is It”, segundo a revista especializada em entretenimento Hollywood Repórter.

Segundo a imprensa de Hollywood, o estúdio quer exibir o filme no final de semana de 30 de outubro, quando nos EUA é comemorado a festa popular do Halloween, o Dia das Bruxas.

A produtora AEG Live, responsável pelos shows de Michael Jackson em Londres, conta com cerca de 80 horas de gravação dos ensaios do cantor, que esteve com sua banda e dançarinos até duas noites antes de sua morte. Michael Jackson morreu em 25 de julho em decorrência de uma parada cardíaca.

Os últimos detalhes do contrato ainda estão sendo discutidos, mas está previsto que o fundo da família Jackson – contemplado em seu testamento, feito em 2002 – arrecade 90% do faturamento depois que a AEG Live recuperar os custos de produção que teve antes da morte do cantor, de acordo com informações da empresa.

O diretor do filme ‘High School Musical’, Kenny Ortega, é o nome mais cotado para dirigir o filme sobre o ídolo do pop mundial.

Siga pelo Twitter



Fonte: Estadão

1 comentário

Arquivado em Entretenimento, Música, Notícias

Site tem acesso a resultado da segunda autópsia de Michael Jackson

Relatório confirmaria dados do exame feito pelas autoridades americanas

Reprodução /Reprodução

Michael Jackson, em foto de arquivo

A segunda autópsia do corpo de Michael Jackson, encomendada pela família, confirmou o resultado da autópsia oficial feita pelas autoridades de Los Angeles, informa o site E!Online.

O segundo exame, feito por patologistas contratados pela família Jackson dois dias após a morte do cantor, revelou marcas de agulhas pelo corpo, além de traços do anestésico Propofol em seu organismo.

Enquanto as causas da morte de Michael Jackson começam a ser confirmadas, o cerco se fecha para o médico particular do cantor. Nesta quarta, 22, oficiais do DEA, departamento antidrogas dos EUA, ocuparam e revistaram uma clínica em Huston pertencente a Conrad Murray.

Siga pelo Twitter


Fonte: EGO

Deixe um comentário

Arquivado em Entretenimento, Música, Notícias

Investigadores ocupam a clínica de médico de Michael Jackson

Agentes do DEA e da polícia de Los Angeles revistam clínica em Huston.
Médico Conrad Murray estava com Jackson no dia de sua morte.

dr. conrad murray médico de michael jackson (Foto: AP)

Oficiais do DEA, departamento antidrogas dos EUA, ocuparam e revistaram nesta quarta-feira (22) uma clínica em Huston pertencente a Conrad Murray, o médico particular do cantor Michael Jakcson, segundo a mídia local.

Pelo menos uma dezena de agentes do DEA e investigadores da Polícia de Los Angeles entraram na Armstrong Medical Clinic, ao noroeste da cidade de Huston, diz a emissora afiliada da rede ABC News.

Uma porta-voz do médico disse à BBC que a operação era “uma surpresa para nós e foi uma surpresa para os advogados (do médico)”.

Murray estava presente no momento da morte de Jackson, no dia 25 de junho. Segundo seu advogado, Matt Alford, o médico levou cerca de meia hora, desde que o cantor foi encontrado, até que ele finalmente ligasse para os paramédicos.

Dias após o óbito do cantor, um porta-voz declarou que Murray “ajudou a identificar as circunstâncias da morte e a esclarecer algumas dúvidas. Os investigadores declararam que o médico não é um suspeito, mas uma testemunha desta tragédia”, segundo a nota. De acordo com a polícia, Murray “deu informações que irão ajudar nas investigações”.

No começo de julho, o DEA anunciou que participaria das investigações a respeito da morte do cantor, apurando denúncias de que ele consumiria analgésicos, sedativos e outros remédios controlados.

Siga pelo Twitter



Fonte: G1

Deixe um comentário

Arquivado em Entretenimento, Música, Notícias