O dia em que Michael Jackson abalou a internet


mj

Michael Jackson morreu aos 50 anos. Se você estava ligado na internet dia 25/06 enquanto surgiam as primeiras notícias, viveu um momento histórico. E triste, porque Michael pode ser considerado um dos últimos gênios da música e do show business. Não dá para dizer que Michael derrubou a internet. Mas, digamos, foi um abalo sísmico de proporções inéditas. A internet inteira ficou lenta. Até o Google sofreu. Vamos aos fatos:

Twitter

O site de fofocas TMZ foi o primeiro a dar a notícia de sua morte, mas foi o Twitter – sempre ele, já está ficando chato – que deu proporções planetárias ao bafafá. Mais de uma hora depois do falatório, os sites de agências de notícias começaram a confirmar a notícia em suas páginas iniciais. Por que os sites de notícia são espelhos da “mídia velha” na internet, lentos e fora de sintonia com a web? Não! Porque eles fazem jornalismo e existe nessa ciência o fator “compromisso com a verdade”. Só puderam dar a notícia oficial quando ela foi confirmada. Não foi assim com os tablóides digitais de fofoca como o TMZ e com os usuários do Twitter em geral (com exceções honrosas). Abaixo, a nuvem de palavras-chave mais faladas na ferramenta de microblogging.

bombou-mj-nuvem-do-twitter-hoje.jpg

Para se ter uma idéia, no meio de toda a confusão de ontem, foi anunciado no Twitter que o ator Jeff Goldblum também teria morrido. Apesar de ele ter sofrido um acidente no set de filmagens de um filme, continua vivo. O também ator Kevin Spacey usou a mesma ferramenta para alertar sobre o engano: “Jeff está vivo e bem. Acabo de falar com seu empresário. Parem com estes estúpidos rumores”. Muita calma nessa hora, tuiteiros…

bombou-mj-kevin-spacey.jpg

Com todas essas ressalvas importantes, palmas para o Twitter. Continua no posto de termômetro do que é dito na internet (o que cada vez mais significa “o que é dito no mundo”). Duvido que perca essa posição. O que Michael fez no Twitter talvez só seja repetido se algo de muito ruim acontecer com Paul McCartney ou Madonna (bate na madeira três vezes). Michael Jackson foi o tema de 30% de tudo falado por lá. As eleições no Irã, por exemplo, último buzz na rede, chegou apenas a picos de 5%.

Sites de notícia

Depois da fofoca e do Twitter, foi a vez dos sites de notícias. Como era de se esperar, Michael Jackson tomou conta de todos eles, como mostra a pesquisa sensacional do Tiago Dória. Alguns exemplos recolhidos por ele, abaixo.

bombou-mj-noticia-1.jpg

bombou-mj-noticia-2.jpg

bombou-mj-noticia-3.jpg

Vídeos

As primeiras lágrimas foram derramadas entre os olhos e a tela do computador. Na tela, vídeos do cantor, que inventou o que conhecemos hoje por clipe de música. Abaixo, a tela de vídeos mais vistos do Viral Vídeo Chart, que mede a popularidade pela quantidade de vezes que os vídeos foram postados em blogs nas últimas horas.

bombou-mj-videos-mais-vistos.jpg

Do primeiro ao décimo quarto, são todos dele. Depois vem um clipe da cantora Pink. E mais Michael. Abaixo, o mais visto: Thriller. Acumula 60 milhões de visualizações.

Wikipédia (Update)

Na enciclopédia coletiva online houve uma corrida na tarde de ontem para editar a página dedicada a Michael Jackson. Muitos tentavam incluir sua morte, mas os editores oficiais da Wikipédia apagavam, fazendo comentários como “Ele não está morto” e “Parem, por favor”. Houve também algumas mudanças sutis, como colocar “foi um artista” em vez de “é um artista” e dar 25 de junho de 2009 como a data da morte, logo após a data de seu nascimento.

bombou-mj-wiki-1.jpg

A página de edição entrou em colapso e a direção da Wikipédia decidiu tirá-la do ar por seis horas, até que as notícias fossem confirmadas. Hoje, já era possível ler o registro da morte feito.

Vendas disparam

Nos sites de venda de filmes e discos na internet, só deu Michael Jackson. O maior exemplo é a Amazon. Abaixo, as listas de mais vendidos em 24 horas, filmes (esquerda) e música (direita).

bombou-mj-mais-vendidos-video-e-musica.jpg

Homenagens

Foram incontáveis as homenagens em sites, blogs e nas mídias sociais. Um inglês marcou uma mobilização engraçada para hoje, em uma estação de trens em Liverpol. Segundo o convite, abaixo, todo mundo fará ao mesmo tempo o Moonwalk, passo criado e imortalizado pelo rei do pop.

bombou-moonwalk-massa.jpg

Se você está perto de lá e não tem talento para a dança, aqui está um vídeo ensinando a fazer bonito. Assim que o vídeo da manifestação for para o YouTube, coloco aqui.


O site Craziest Gadgets fez sua homenagem postando os objetos mais estranhos com o tema “Michael Jackson”. Entre os exemplos estão um radinho FM do astro…

bombou-mj-radio-fm.jpg

… e um jogo de tabuleiro dele e de seus irmãos.

bombou-mj-jogo-de-tabuleiro.jpg

Mas a mais criativa, a meu ver, pode parecer uma brincadeira de mau gosto. Mas não é. É uma homenagem singela, sobre um dos joguinhos mais famosos do começo dos anos 90. Com vocês, a imagem inédita do momento da morte de Michael Jackson, como todos os fãs dele gostariam de imaginar:

bombou-mj-homenagem-joguinho.jpg

Fonte: Bombou na Web

2 Comentários

Arquivado em Música, Notícias, Tecnologia

2 Respostas para “O dia em que Michael Jackson abalou a internet

  1. anapaula

    que deus da um bom lugar para ele bj michael jacksom

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s