Arquivo do mês: outubro 2008

Química, cor e arte (?)

Estamos em época de Prêmio Nobel, os ganhadores do prêmio de Química podem ser considerados um pouco artistas, depende do ponto de vista. A pesquisa deles envolvia o isolamento de uma proteína verde fluorescente que fez os bichinhos abaixo ficarem dessa cor.

Na verdade, a idéia é modificar geneticamente os seres vivos ou células para que eles produzam essa proteína fluorescente. Usando cores, fica mais fácil observar o funcionamento das células. É quase um novo tipo de microscópio biológico.

A primeira coisa que pensei foi “bizarro”. No entanto, as a aplicações práticas talvez justifiquem esse trabalho: se os cientistas observarem genes (modificados para produzir a proteína fluorescente) envolvidos em metástases tumorais ou funções cerebrais pode ficar mais fácil compreender esses fenômenos. Leia mais no site da Revista Wired.

Você acha justo utilizarem os animais para esses fins? E na arte?

agua viva

Os ganhadores do prêmio primeiro isolaram o gene produtor da proteína fluorescente dessa água-viva.

ratos

Esses ratinhos foram produzidos em 1997 e utilizados para estudos de desenvolvimento fetal.

conexoes cerebrais

Depois do trabalho com a cor verde, os cientistas puderam genes de várias cores e rastrear várias proteínas de uma vez.

porco

Esses porquinhos não foram modificados geneticamente, eles herdaram as mudanças da mãe.

gato

Esse gato que fica vermelho na luz ultravioleta foi criado ano passado por cientistas sul coreanos.

coelho

Alguns artistas piraram nessa técnica, esse coelho é uma “obra” de biotech art que ficou famosa em 2000.

girino

Esse girino também é obra de artista.

peixes

Esses peixes modificados já são vendidos nos Estados Unidos.

Fonte: Blog do Galileu

Deixe um comentário

Arquivado em Curiosidades, Tecnologia

Brinquedos com tecnologia surpreendente até para marmanjo

Agora, para ser considerado de ponta, o brinquedo tem de ter personalidade própria e decidir o rumo da sua “vida”. Um degrau abaixo em termos de inovação está o clássico cubo mágico, que ganhou um banho de modernidade. Todas as sugestões a seguir foram concebidas para estimular a criatividade dos pequenos… e daqueles que já não são mais tão pequenos assim.

DAS TREVAS PARA A LUZ
Laptop do Batman tem 40 atividades e dá para jogar até em cavernas

Quando o computador é aberto, imediatamente suas superasas aparecem. O som vem com qualidade digital, a tela de cristal líquido é de alta resolução e o teclado apresenta alto contraste, o que possibilita diversão até durante a noite. O Super Asas do Batman, da Oregon, conta com 30 atividades educativas e recreativas em português, além de outras 10 em inglês.
>>>R$ 189

PENSE E GANHE
Novo jogo de perguntas da Disney promete diversão a quatro

Como sugere o nome em inglês, pensar rápido é o que você precisa para se dar bem no Think Fast, novo jogo de perguntas da Disney. Para responder às mais de 5 mil questões sobre o universo da empresa e conhecimentos gerais, você poderá usar seu Wii ou PlayStation 2. Até quatro pessoas podem jogar, assumindo o papel de seu personagem favorito.
>>> R$ 199 para o Wii, e R$ 129 para o PS2

CLÁSSICO ATUALIZADO
Sons e luzes compõem a nova versão do cubo mágico

A mistura do Genius com o cubo mágico deu origem ao Rubik’s Revolutions. Como no brinquedo clássico, você ainda pode montar o quebra-cabeça tridimensional, mas a nova sensação é seguir as luzes conforme elas vão acendendo. A cada nível concluído, um novo é aberto. Ao todo são seis fases e até seis jogadores podem participar.
>>> R$ 99,90

BATIDA PERFEITA
A brincadeira aqui não se limita a tocar discos, dá pra fazer música também

Pelo que anda rolando nas baladas de música eletrônica por aí, é bem provável que os seus ouvidos vão agradecer o som que as crianças irão produzir com a estação musical DJ Mixer, da Susi. Além de 60 efeitos especiais, 21 ritmos e mais 21 efeitos no disco, há dez simulações de instrumentos no teclado retrátil. O brinquedo ainda pode ser conectado a aparelhos de MP3, MP4 ou CD-player.
>>>R$ 119,90

LIVRO PIRATA
Reprodução fiel de diário de capitão ensina como era perseguir ladrões no mar

A existência do capitão William Luber jamais foi comprovada. Mas um diário atribuído a esse caçador de piratas foi encontrado por mergulhadores canadenses em 2006. A reprodução desse documento é que dá graça ao livro “Piratologia”, de Dugald Steer. Não se trata de uma obra qualquer. São 30 páginas grossíssimas nas quais cabem bússolas, compassos, mapas, pedras “preciosas” e muitas ilustrações, a cargo de Anne Yvonne Gilbert e Hellen Ward.
>>>R$ 71,90

O QUE HÁ, VELHINHO?
Coelho usa sensores para desviar de paredes e encontrar a sua cenoura

A brincadeira de esconde-esconde nunca foi tão tecnológica. O novo robô da Estrela parece um mero coelhinho de pelúcia. Mas não se engane, é só ligar o Coelho Jojô para que ele cubra os olhos com as próprias orelhas, conte até 10 e inicie a caçada à cenoura escondida.
>>>R$ 249,90

CAMPANHA DO AGASALHO
Kit incentiva estilistas amadoras a incrementar o guarda-roupa da Barbie

Lembra daquelas revistas em que era possível recortar a boneca e várias roupas para vesti-la? Pois a Mattel teve a idéia de trocar a tesoura por um mini-scanner. Essa é a principal ferramenta do Kit Estilista I, que traz a boneca Barbie, suas amigas e combinações de roupas, acessórios e sapatos em cartas transparentes. Com o scanner você transfere tudo isso para o seu computador. Aí é só vestir e trocar as bonecas, organizar desfiles e colocar as modelos na capa da revista.
>>>R$ 149,99

NÃO É PRO SEU BICO
VONTADE PRÓPRIA
Robô em forma de dinossauro “aprende” ao interagir com o ambiente e desenvolve “personalidade”

Como os bichos de estimação de verdade, o Pleo pode fazer coisas imprevisíveis. Calma, não precisa forrar o chão com jornal. Essa réplica de um bebê de camarassauro – herbívoro do período jurássico – se adapta à luz (quando abre os olhos pela primeira vez), explora o local onde “vive” e desenvolve “personalidade” própria a partir da interação com o ambiente. Depois que aprende o caminho de ida e volta, ele é quem decide os horários de seus passeios. Para tanto conta com 14 motores, 100 engrenagens e 8 sensores de toque e orientação.
>>>US$ 350

Fonte: Revista Galileu

Deixe um comentário

Arquivado em Curiosidades, Tecnologia