Volks apresenta solução preliminar para banco do Fox


Empresa tem agora um prazo de 30 dias para apresentar uma solução definitiva.
Na reunião desta sexta-feira, fabricante de veículos apresentou laudos preliminares.

Divulgação

Modelo Fox, da Volkswagen (Foto: Divulgação)

A Volkswagen apresentou nesta sexta-feira (16), em Brasília, a proposta de um novo sistema de rebatimento do banco traseiro do veículo Fox. A reunião contou com a presença de representantes do Departamento de Proteção de Defesa do Consumidor (DPDC), do Procon-SP e dos Ministérios Públicos de São Paulo, Santa Catarina, Bahia e Federal.

Nela, a fabricante de veículos apresentou laudos preliminares do Instituto de Pesquisa Tecnológicas (IPT) e do Inmetro que comprovam que a instalação de um novo mecanismo irá resultar na operação segura do sistema de rebatimento do banco traseiro. Os laudos dos institutos são fundamentais para o início do recall do Fox.

A empresa tem agora um prazo de 30 dias, previsto no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado por órgãos de defesa do consumidor com a Volkswagen no dia 14 de abril, para apresentar uma solução definitiva e laudos finais, para início do recall.

Durante este período, a Volkswagen deve continuar promovendo campanha na mídia a respeito da correta utilização do atual mecanismo de rebatimento. O termo prevê o recall de todos os modelos Fox já fabricados, readequando o mecanismo do rebatedor do banco traseiro.

A Volkswagen não entrou em detalhes sobre o novo sistema de rebatimento e disse que não vai se pronunciar a respeito da reunião.

Desde o lançamento do Fox, em 2003, já foram vendidas 477 mil unidades. O acordo ainda determina que os carros já fabricados e ainda não vendidos, estejam eles no pátio ou na concessionária, devem ter o sistema modificado antes de serem postos à venda.

Entenda o caso

Pelo menos oito consumidores tiveram parte dos dedos decepados e 14 ficaram feridos após manusear peça instalada no banco traseiro para ampliar ou diminuir o espaço do porta-malas.

Em comunicados enviados à imprensa anteriormente, a empresa havia afirmado que é segura a operação do sistema de rebatimento do banco traseiro do Fox – que se constitui em afastar ou aproximar o encosto do assento traseiro para aumentar ou diminuir o tamanho do porta-malas – desde que sejam seguidas as instruções contidas no Manual do Proprietário.

Em fevereiro, a Volks passou a disponibilizar um anel de borracha para ser instalado no cabo de tração para destravamento do encosto do banco traseiro, cobrindo totalmente a argola de metal que feriu os proprietários.

Fonte: G1

Deixe um comentário

Arquivado em Carro, Moto & Cia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s